31 janeiro 2016

Resumo do mês: Janeiro de 2016

Como é de costume nesse humilde espaço... Temos o "Resumo do Mês" nos dias que finalizamos cada mês. No primeiro resumo do ano de 2016 estamos mais leves por aqui...
1/366 - 2016!

Com um titulo clichê começo escrevendo a primeira postagem do blog falando das comemorações do reweiwon e de como foi a minha comemoração junto dos meus pais e familiares.... 

RESENHA: AUGGIE& EU - TRÊS HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS.

A história de Auggie Pullman, o menino de aparência incomum que tem encantado milhares de leitores desde o lançamento do romance Extraordinário, em 2013, ganha agora novas perspectivas: Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram nos três contos reunidos no livro Auggie e eu seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário: 

CANÇÃO DE SEGUNDA: TULIPA RUIZ

Tulipa Ruiz é uma cantora, compositora e ilustradora brasileira. Nasceu em Santos, mudou-se com a mãe Graziella e o irmão, Gustavo Ruiz, para uma cidade pequena em Minas Gerais, São Lourenço.

ANO NOVO...

Mudei a cara do blog. Estou me acostumando... Encontrei esse template "free" a um tempo atrás, sem o terrivel leia mais... e um formato mais clean na qual, eu curto bastante. Aproveitando a vibe de Mudanças, eu queria algo novo pra inaugurar 2016 e logo mais, 2 anos do Lado Milla. Mudei o Banner, demorei 4 exaustivos dias (já passa da 00:00) mudando a "arte" e encontrando o tamanho ideal para encaixar no template.

[LINKS DA BLOGOSFERA] VAI UM CAFÉ?

Toda sexta-feira, compartilhamos aqui as postagens que eu mais gostei de ler (ou assistir!) O links da Blogosfera da primeira semana dO ANO é especial! São com os blogueiros participantes do Projeto: “Vai um café?”. Um projeto muito bacana da blogosfera que tenho MUITA gratidão de participar. 


UMA SINGELA HOMENAGEM...

A segunda semana foi silenciosa... Foi um semana que perdeu a graça e a semana menos musical desse ano que mal começou. Fiquei sem palavras deixei o texto de um Ídolo que também é fã... 

O QUE EU ANDO LENDO NA BLOGOSFERA?

Toda sexta-feira, compartilharei aqui as postagens que eu mais gostei de ler (ou assistir!) a ideia inicial, é que as postagens sejam recentes mas vai depender o quão corrida estará a life.... Porém, de qualquer forma o conteúdo será escolhido sempre com muito amor e carinho! 

PROJETO TRIGO

O projeto TriGO é é Leandro Leví, Victor Leví e Lucas Moura. Dois deles irmãos, se juntaram para fazer vídeos para postar na internet, com diversas músicas de um determinado artista, um madley. Em um mês, a página já ultrapassa mais de 20 mil curtidas. 

TOP 5 - COISAS PARA FAZER NA HORA DO BBB

Quando fiz esse TOP 5 sobre o Big Brother Brasil eu não quis ser preconceituosa com a cultura de massa. Mas, eu queria que as pessoas lembrassem que elas tem a liberdade de desligar a TV (se quiserem...) e fazer outras coisas... 

NEGRA LI.-“VOCÊ VAI ESTAR NA MINHA – DUETOS"

Conheci essa semana o Spotify e considero o aplicativo uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Um dos álbuns que eu gostei de descobrir foi “Você Vai Estar na Minha – Duetos" da cantora Negra Li.

FOTOLOG - MEMÓRIAS & NOSTALGIAS...

No dia 8 de janeiro, fecharam o FOTOLOG sem aviso prévio. Sem direito a despedidas... Mesmo o FOTOLOG tendo perdido a popularidade com as outras redes sociais atuais... Esse site guarda fotografias, legendas e comentários de uma adolescência (meio que tardia...) recheados de nostalgia de uma época maravilhosa! 



28 janeiro 2016

FOTOLOG - Memórias & Nostalgias...



O FOTOLOG surgiu em 2003 e mesmo sendo um site bastante limitado (1 foto por dia e número de comentários limitados) fez bastante sucesso entre os adolescentes da época: A revista Capricho tinha uma conta no Fotolog e a Marimoon (VJ da MTV) foi descoberta pela MTV por causa do seu FOTOLOG que já era super famoso.

Nessa época, eu estava no 1º ano do ensino médio. Minhas amigas da época e eu tínhamos o genérico (Flogão) colocávamos as nossas fotos nos nossos respectivos sites e comentávamos no site das amigas.

Fiz a minha conta no FOTOLOG (/camylialessandra) em 2008 no inicio só tinha fotos aleatórias de flores e coisas da natureza... No inicio, eu seguia poucas pessoas pois, a maioria eram "fakes" doas artistas que eu gostava e não havia muita interação...


No mês de Novembro daquele (até então...) pacato ano. Aconteceu um show da banda Acústicos & Valvulados falei um pouco mais nessa postagem

Eu tinha uma vaga lembrança do Rafael Malenotti (vocalista) quando ele participava do Pijama Show (um programa de rádio famoso do sul). Algumas semanas antes, fui no site da banda, afim de, escutar as músicas e lembrar se alguma já tocou na programação do Pijama Show. A minha grande surpresa é que eu curtia bastante ouvir a música "Fim de Tarde" na madrugada... Que era uma das musicas mais lindas da banda.

No dia do show levei a minha Máquina Digital meio capenga. Afim de, fotografar o show da banda e tirar algumas fotos com os integrantes que até então, eu não conhecia. Na segunda música, a minha M.D resolveu pifar... Fiquei refém de uma garota que tinha uma câmera descente. Só consegui ter uma única foto desse show com o Rafael Malenotti. 


Quando eu recebi a foto logo, tratei de colocar no FOTOLOG e ficava admirando... Pois, tenho o péssimo costume de acreditar que os eventos bacanas que eu fui pela 1º vez nunca irão se repetir. Por exemplo: Esse show dos Acústicos e Valvulados. Felizmente, teve um show Pocket um mês depois e outros 17 shows na bagagem, sendo que, quatro desses shows foram na estrada (Porto Alegre/RS e Joaçaba/SC) 

O FOTOLOG se tornou o site queridinho dos músicos (depois do myspace...) conheci varias bandas nessa época... Os músicos faziam questão de comentar/seguir as páginas das pessoas que comentavam o FOTOLOG da banda. O fotolog da banda Acústicos &Valvulados (/acústicosnaestrada) quem comandava era o Malenotti e ele fazia uma interação super bacana.

As minhas melhores lembranças do FOTOLOG não era somente a fotografia do dia que pulavam no inicio da página, cada vez que, algum dos seus seguidores atualizavam as suas respectivos FOTOLOG´S. Os comentários eram mais sinceros tanto dos musicos da bandas que eu curtia na época quanto das pessoas normais que curtiam aquele som. Muito diferente do curte/comente e compartilhe de hoje em dia...
Eu  usava All Star e ouvia Beirut

As legendas das fotografias iam de: pequenos trechos de músicas, frases e pequenos diálogos e "devezemquando" eu arranhava escrevendo [microcontos] e até indiretas que iam no alvo certinho...

No dia 8 de janeiro, fecharam o FOTOLOG sem aviso prévio. Sem direito a despedidas... Mesmo o FOTOLOG tendo perdido a popularidade com as outras redes sociais atuais... Esse site guarda fotografias, legendas e comentários de uma adolescência (meio que tardia...) recheados de nostalgia de uma época maravilhosa!


* Estimados membros, os informamos que Fotolog estará inacessível de forma permanente nas próximas semanas. O objetivo desta comunicação é que possas recuperar suas fotos e informações até o dia 20 de fevereiro de 2016. (FOTOLOG)

25 janeiro 2016

Negra Li.-“Você Vai Estar na Minha – Duetos"


Spotify - É uma plataforma de streaming de músicas online disponível em versão web e para Windows, Mac OS, Android, BlackBerry, iOS, Windows Phone e Linux. O serviço tem mais de 30 milhões de músicas e permite conhecer novas canções e artistas, descobrir o que os seus amigos estão ouvindo e separar suas músicas preferidas em playlists.

Conheci essa semana o Spotify e considero o aplicativo uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Um dos albuns que eu gostei de descobrir foi “Você Vai Estar na Minha – Duetos" da cantora Negra Li.

A coletânea reúne as principais colaborações musicais de Negra Li, o que inclui nomes como Skank, Caetano Veloso, Nando Reis, Pitty e o já mencionado Akon. O elenco vai de Helião a Belo, passando por NX Zero e Rappin’ Hood, além de uma gravação inédita de Negra Li e Pitty para o clássico “Chain of Fools”, de Aretha Franklin, feita para o projeto Estúdio Coca Cola em 2007.

O álbum foi lançado tanto em formato físico quanto digital, sendo que este último tem 04 faixas a mais. A edição padrão já está disponível no Spotify (menos as faixas com Skank e Gabriel O Pensador).


20 janeiro 2016

TOP 5 - Coisas para fazer na hora do BBB


Ontem, começou o BBB um programa que divide opiniões nas redes sociais: A metade assiste e gosta desse programa de "entretenimento"; E a outra metade (eu me incluo) dessas pessoas, não assistem e não gostam desse tipo de "entretenimento" e uma pequena % dessas pessoas que não assistem "xingam muito no twitter" e nas outras redes sociais.


Invés de assistir ao Big Brother Brasil, porque você não usa o seu tempo para:

MARATONA DE SÉRIES NO NETFLIX


Que tal fazer uma maratona de episódios da sua série preferida ou começar uma série nova??? 

CONHECER NOVAS PLAYLISTS NO SPOTIFY

Conheci essa semana o app  Spotify. É um aplicativo diferenciado de músicas que separa por playlists as musicas mais diferenciadas ppara cada ocasião: Músicas para relaxar, estudar e arrumar o quarto...

ORGANIZAR A SUA ESTANTE DE LIVROS


Ou o lugar que você guarda os seus livros... Não ter estante, não é desculpa de não organizar os seus livros.

LÊR UM LIVRO


Tenho uma parte da estante com os livros (Ñ lidos) que vergonhosamente só cresce... Se vocês também são assim que tal colocar as suas leituras em dia??? 
ESCREVER


Escreva um rascunhos de um possivel postagem para o blog: Crônicas, Diálogos. contos... A idéia é sair da "zona de conforto" e usar esse tempo criando um texto TOTALMENTE novo para o seu Blog.


18 janeiro 2016

projeto TriGO


O projeto TriGO é é Leandro Leví, Victor Leví e Lucas Moura. Dois deles irmãos, se juntaram para fazer vídeos para postar na internet, com diversas músicas de um determinado artista, um madley. Em um mês, a página já ultrapassa mais de 20 mil curtidas.

A ideia do trio surgiu pois, os meninos estavam  sempre juntos cantando e brincando em cima de novos arranjos para músicas mais variadas, sem muita responsabilidade. Era mais uma diversão em criar pois, estavam sempre juntos.

Após alguns vídeos, os fãs começaram a comentar sugestões e um dos primeiros foi de Sandy & Junior, a dupla que fez parte da vida de muita gente. Victor garantiu um vídeo com músicas da dupla:

A origem desse nome tão diferente e tão criativo veio da mente de Leandro que queria  um nome que desse a entender que seria um trio, porém o nome "trigo" veio sem nenhum motivo, tanto o Victor quanto o Lucas gostaram e chegaram ao "TriGO!" que remete ao ver "ir" em inglês.


Enfim, curtiram o trabalho dos garotos? Curta a página no FACEBOOK. E confira o canal deles no YOUTUBE.

16 janeiro 2016

O que eu ando lendo na Blogosfera?



Toda sexta-feira, compartilharei aqui as postagens que eu mais gostei de ler (ou assistir!) a ideia inicial, é que as postagens sejam recentes mas vai depender o quão corrida estará a life.... Porém, de qualquer forma o conteúdo será escolhido sempre com muito amor e carinho!
__________________________________

SOBRE LIVROS E UM PEQUENO PRÍNCIPE A Thamires foi uma das primeiras pessoas a me incentivar a criar um novo cantinho na blogosfera o Lado Milla. Aconteceram muitas coisas na vida off-line e ela decidiu colocar o "Lyrismo" em stand by por um tempo. Esse ano, está retornando a escrever e a resenhar suas leituras no seu blog. http://www.lyrismo.com/2016/01/sobre-livros-e-um-pequeno-principe.html 

14 FORMAS CRIATIVAS DE DECORAR SEU QUARTO O meu novo passatempo é pesquisar na internet diferentes formas de organização e decoração. E a Dell também esta nessa "vibe" com postagens cheia de idéias de decoração maravilhosas e sustentáveis http://bonjourcircus.blogspot.com.br/2016/01/14-formas-criativas-de-decorar-seu.html

RECICLANDO AS REDES SOCIAIS - UM PEQUENO DESABAFO Desde os tempos do ORKUT quando tínhamos um pouco mais de privacidade nas redes sociais... Era necessário de tempos e tempos fazer uma faxina dos grupo e pessoas que não acrescentavam em nada. No Facebook eu ainda não tinha sentido a necessidade de fazer essa faxina... Depois que li o texto da Dê eu mudei de idéia. http://entrenospicio.blogspot.com.br/2016/01/reciclando-as-redes-sociais-um-pequeno.html


11 janeiro 2016

[Canção de segunda] Uma singela homenagem...

Thedy Corrêa conta a história de "Astronauta de Mármore", versão para "Starman", de David Bowie
Por: Thedy Corrêa

Triste a vida de quem não tem ídolos. A inspiração que eles trazem. A forma de ver a vida através de seu filtro e de seu norte. Artistas costumam ter ídolos. Muitos decidem o caminho da arte justamente quando se deparam com um ídolo. Alguém que de imediato causa um impacto na existência do mero mortal. Ídolos, estes sim, imortais. O fantástico é quando, mesmo sem saber, esse ídolo interfere diretamente na vida daquele que o idolatra. Passa a fazer parte de suas entranhas e assim determinar seus caminhos.
No final do anos 80, o Brasil tinha o rock dominando as paradas de sucesso – algo inimaginável hoje – e o Nenhum de Nós havia lançado seu primeiro disco com a canção Camila Camila. Aposta da gravadora, a música demorou muito a alcançar o sucesso pretendido, tanto que entramos em estúdio para a gravação do segundo disco sob a ameaça de que o primeiro não havia estourado e portanto era nossa última chance. 

Entre as seções traumáticas e tensas, em um intervalo das gravações, sozinhos no estúdio, para desestressar, começamos a tocar os covers que faziam parte do nosso show. 

Uma banda ainda verde, com um único disco repleto de canções consideradas "difíceis" precisava preencher o set list para ter um show de boa duração. Nossas escolhas recaíram – ingenuamente, pode se dizer – sobre nossos maiores ídolos, mesmo que eles não fossem garantia de algum impacto na platéia. Psycho Killer, do Talking Heads e uma de David Bowie. Ele era obrigatório para nós! Nos ensaios, testamos várias canções para ver qual se adaptaria melhor à sonoridade do trio. China Girl, Ashes to Ashes, Lady Stardust, Life on Mars, Rebel Rebel... Optamos pela dramaticidade da melodia de Starman. Justamente ela que estávamos tocando quando nosso produtor, Reinaldo Barriga, entrou no estúdio e, dizendo adorar a canção, propôs o desafio de fazermos uma versão. Uma homenagem, já que éramos tão fãs do cara. 

Foi um trabalho árduo de artesania da letra: o resgate do icônico viajante espacial Major Tom, as citações à rotina dos astronautas, alusões às drogas, à religião, recortes de outras canções de Bowie ("Quero um machado para quebrar o gelo" vem diretamente de Ashes to Ashes). No arranjos mais citações: a base de violão característica do clima folk de The Man Who Sold the World e Hunky Dory. O violino que remetia a Hurricane, de Dylan – influência confessa de Bowie – e até mesmo a participação de Giuseppi Fripi, da banda paulista Voluntários da Pátria, personificando outro colaborador, de outra fase, do nosso homenageado. 

Depois disso veio a longa espera pela liberação que viria da Inglaterra. O próprio Bowie quis saber do que tratava a letra e uma tradução em inglês foi enviada. A burocracia atrasava a finalização do nosso disco, mas agora não havia volta. Bowie estaria em nosso novo disco! E então ele pessoalmente autorizou a versão – informação que confirmei em conversa com a encarregada da liberação, em Londres, naquele mesmo ano. 

Uma letra pra lá de hermética. Um arranjo recheado de referências, a segunda música do lado B, tudo isso traduzia a pouca fé que tínhamos no sucesso da empreitada. Ledo engano. Foi a música mais tocada em todo o país em 1989! 

Fomos alvo de amor e de muito ódio. O amor dos que a levaram ao sucesso e o ódio dos críticos e "colegas" que nos acusavam de ter assassinado a canção de Bowie. Ele mesmo não pensou assim, tanto que quando veio ao país – pela primeira vez – no show que realizou em São Paulo, fez referência à nossa versão, convidando as pessoas a cantarem em português se assim quisessem. Alguém poderia – e tinha o direito – gostar ou não do resultado, mas jamais duvidar da honestidade da homenagem! 

David Bowie passou a fazer parte, definitivamente, de nossas vidas. No meu caso, em especial, sua influência foi determinante para que eu me descobrisse vocalista e o caminho a seguir na maneira de interpretar. Suas várias fases me conduziram em diferentes momentos da minha carreira. Quando as coisas ficavam incertas, era para ele que minhas atenções se voltavam. Ele era meu norte. Meu farol. A camiseta a se procurar nas lojas de rock! Uma inspiração na maneira de vestir, na performance no palco, no corte de cabelo e no gosto pela arte. Uma importância do tamanho e da intensidade da dor que tomou conta de meu peito ao saber que ele partiu. Dor e vazio de ter que viver em mundo sem Bowie. Com certeza um mundo pior. 

Ele foi o transgressor que empurrou a sociedade a debater questões fundamentais. Ele foi o artista que causava desconforto com uma figura que desafiava a compreensão. Foi andrógino, galã, moderno, vintage, homem, homo, bissexual e algo mais. 

Por tudo isso, não seria exagero considerar que o Bowie da fase Ziggy Stardust seja a mais perfeita encarnação de um roqueiro para os dias de hoje. A discussão em torno das questões relacionadas à sexualidade, à homossexualidade, ao transexualidade, ao "sair do armário" – seja por parte de celebridades bem como do anônimo escondido no meio da multidão – tomou um novo rumo depois dele. Mais aberta e aceita, essa discussão encontra um ícone perfeito no andrógino e provocador Ziggy. Não se trata de um resumo de sua carreira, mas de um recorte em uma artista gigantesco cuja a importância justifica as lágrimas que o planeta inteiro derrama hoje por ele.



(A melhor pessoa para falar do seu Idolo é um fã...)

07 janeiro 2016

Ano novo...


Mudei a cara do blog. Estou me acostumando... Encontrei esse template "free" a um tempo atrás, sem o terrivel leia mais... e um formato mais clean na qual, eu curto bastante. Aproveitando a vibe de Mudanças, eu queria algo novo pra inaugurar 2016 e logo mais, 2 anos do Lado Milla. Mudei o Banner, demorei 4 exaustivos dias (já passa da 00:00) mudando a "arte" e encontrando o tamanho ideal para encaixar no template.

A foto de exibição é de 2014, porque em 2015 eu tirei pouquíssimas fotos boas de exibição. Resumindo: Várias selfies com pessoas desconhecidas... De qualquer forma, ainda assim preciso de fotos novas. Comecei o ano escrevendo a resenha do ultimo livro que li em 2015 Auggie & Eu - Três histórias extraordinárias aqui no blog e emendei com a primeira leitura do ano O Diário de Anne Frank.

Cortei as pontas do cabelo. Depois disso, eu prometo sossegar com a juba. Porém, o verão esta ai e logo mais terá: piscina, mar, cachoeira... Já to prevendo uma promessa quebrada. 2015 foi um ano de muitos projetos e conquistas mas, não deixou de ser um ano tenso! 2016 eu estou mais tranquila sem muitas perspectivas... Anos pares, costumam me deixar mais tranquilas.

A 1º semana de 2016 esta bem tranquila (com alguns projetos...) porém, preguiçosas pelos dias chuvosos e frios na minha cidade. Moro em uma cidade que tem 42 praias! Preciso de sol...

Escrevi essa postagem, para "inaugurar" o Template e o Banner novo! e falar sobre a life com uma pitadinha de reclamação e um balde de GRATIDÃO!

04 janeiro 2016

Canção de Segunda: Tulipa Ruiz


Tulipa Ruiz é uma cantora, compositora e ilustradora brasileira. Nasceu em Santos, mudou-se com a mãe Graziella e o irmão, Gustavo Ruiz, para uma cidade pequena em Minas Gerais, São Lourenço. 

Nos últimos anos, passou a abraçar os desenhos – outra paixão de criança – e, ao criar seu Myspace, resolveu entrar para a música e colocou algumas canções na página. Foi o suficiente para abraçar a ideia, começar a fazer shows. Fez desenhos para livros infantis, agendas, capas de discos e cartazes de shows. Interessa-se por gravações em campo, texturas, ruídos, bordados e cantigas de ninar.

Fez seu primeiro show solo foi em 2009 no Teatro Oficina, depois, Prata da Casa no SESC Pompéia, colecionando elogios da crítica, inclusive do conceituado produtor musical Nelson Motta e gravou seu primeiro disco: Efêmera.


Efêmera saiu no final de maio de 2010 e rapidamente conquistou a crítica e público. Suas canções foram descritas como "sutis e poeticamente diretas, cheias de arranjos simples e melodias doces e circulares embaladas pela voz única de Tulipa" pelo site Vírgula.





00:00 Efêmera
03:43 Pontual
06:43 Do Amor
11:14 Pedrinho
15:17 A Ordem Das Árvores
18:36 Sushi
22:47 Brocal Dourado
26:14 Aqui
30:37 As Vezes
34:43 Da Menina
38:22 Só Sei Dançar Com Você

03 janeiro 2016

Resenha: Auggie& Eu - Três histórias Extraordinárias




Auggie & Eu
R. J. Palacio
Ano: 2015 / Páginas: 326
Idioma: português
Editora: Intrínseca

A história de Auggie Pullman, o menino de aparência incomum que tem encantado milhares de leitores desde o lançamento do romance Extraordinário, em 2013, ganha agora novas perspectivas: Julian, Christopher e Charlotte, personagens da vida de Auggie, narram nos três contos reunidos no livro Auggie e eu seus encontros e desencontros com o amigo extraordinário: 


O capítulo do Julian dá voz a um personagem controverso: o menino que liderava o bullying contra Auggie na escola. Enfim temos a oportunidade de entender o que o levou a agir dessa forma e o que Julian pensa das próprias ações. Em Plutão, o narrador é Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Os dois meninos compartilham lembranças da infância e, apesar de terem se distanciado, aprendem que boas amizades sempre valerão um esforcinho a mais. Shingaling mostra Auggie pelos olhos de Charlotte, a única menina entre as três crianças escolhidas para apresentar a Auggie sua nova escola. Com ela entramos no universo das garotas e vemos como a chegada de Auggie afetou as relações entre elas.
-----------------

Ano passado, eu aprendi que “Às vezes os livros só nos encontram no momento certo.”. Eu li o livro Extraordinário da autora R.J Palácio em um desses momentos complicados que a vida da um giro de 180° e mesmo assim, você arranja forças para "se virar...". Enfim... Esse foi o melhor "presente" que eu pude presentear a mim mesma depois de ter passado esse momento ruim e sobrevivido.



O livro Auggie& Eu - Três histórias Extraordinárias não é uma continuação do livro Extraordinário e sim um complemento da história. Sim, você terá que ler o livro para conseguir entender o decorrer da história.

O capitulo de Julian: Julian não era apenas um menino mimado... Seus pais arrumavam justificativas para cada ato que ele cometia. No começo, Julian é apenas um garoto petulante da maneira como ele trata o Auggie chamado ele de "monstro" e o seu possível transtorno de ansiedade e pesadelos parece um tanto dramático típico de um garoto mimado como Julian. Mas, a vida tem um jeito um tanto peculiar de nos ensinar... Depois do castigo do diretor Busanfa e isso inclui não ir para a "colônia de férias"seus pais lhe mandam passar as férias em Páris. Depois de uma conversa emocionante e esclarecedora com sua vó, Julian consegue perceber como as suas atitudes foram cruéis e pela primeira vez sente remorso das atrocidades que ele cometeu com Auggie em vez de arrumar "justificativas" mudou o seu comportamento e escreveu o mais bonito preceito "È preciso recomeçar".

No capitulo de Plutão, conhecemos o ponto de vista de Christopher. Amigo de August desde que tinha poucos dias de vida. Como cresceram juntos, ele nunca viu Auggie como diferente. Pelo contrário, ele só percebeu que havia algo de errado quando atitudes das pessoas de fora começaram a se manifestar. Com o passar do tempo, eles se distanciam, Chris faz novas amizades e isso vai brotando em sua cabeça, pouco a pouco, pensamentos egoístas em relação a sua amizade com Auggie. ele e considera essa amizade mais difícil de manter do que com outros garotos. É preciso algo inesperado para que ele perceba a importância da família e das amizades verdadeiras.

No capitulo de Shingaling, conhecemos o ponto de vista de Charlotte (a garota que fez parte da comissão de boas-vindas de Auggie com Julian e Jack Will). Charlotte é uma garota gentil, nunca tratou Auggie de maneira ruim como seus colegas, mas nunca o defendeu também. Na verdade, ela procurou se manter neutra quando o assunto era a guerra entre os garotos. Este capítulo é bem focado em amizade, principalmente sobre ter amigos que gostam de você exatamente como é, sem a necessidade de tentar se “moldar” para se encaixar em alguma turma ou aparentar ser diferente para que o admirem. Traz mensagens muito bonitas sobre o que realmente importa.







*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.



01 janeiro 2016

1/366 - 2016!


Primeiramente, feliz ano novo! É assim que começamos as postagens aqui no Lado Milla. Faltam apenas algumas horas para acabar o 1° dia do ano de 2016 mas, eu não poderia deixar de escrever sobre: Reveiwon, ano velho e expectativas para 2016.

Assim como no ano passado, passei em casa com meus pais, meus avós, tia e primos. Com direito a comilanças, churrasco e bebidas... Estourei a garrafa de champanhe pela primeira vez! Não tomei banho de espumante. Porém, continuei tendo os pensamentos positivos para os próximos 366 dias desse novo ano. 2015 foi um ano MARAVILHOSO! Cheio de ensinamentos & aprendizados. Na faculdade de Psicologia, foi um ano que eu "colhi bons frutos" nos dois semestres desse ano (apresentei o meu TCC!) .

Passei o Reveiwon me empanturrando de churrasco e canudinhos de maionese fazendo pequenos intervalos com guloseimas: Sorvete e docinhos de festa (cajuzinhos, brigadeiros e beijinhos). Com a minha família em volta da churrasqueira tagarelando assuntos "insanos".

Esse ano, teve espetáculo de vinte minutos de queima de fogos na Beira-Mar. Sem a cascata de fogos na ponte Hercílio Luz...  Porém, não assisti nem pela televisão. Mantive as minhas energias brindado e conversando com os meus familiares e realmente confiante no clima “ano novo, vida nova…”.

As expectativas para esse ano de 2016 continuam sendo as mesmas dos dois últimos anos "... surpreenda-me que eu te surpreendo.”.

FELIZ ANO NOVO!!!
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo