31 de dezembro de 2017

Retrospectiva 2017: O ano que durou 365 dias...




Eu lembro exatamente onde estava, e como eu estava me sentindo nas ultimas horas de 2016... Eu estava sentada na beira do mar, um pouco longe dos familiares festivos e esperando ansiosamente a contagem regressiva para 2017, sem tantos pedidos, metas, planos... Eu estava chorando compulsivamente e agradecendo que aquele ano finalmente tinha acabado.

E, 2017 acabou né?

Pra escrever esse post, eu me inspirei no ultimo post da Isadora. Eu pesquisei o feed do Instagram até o comecinho do ano. Pra ver o que eu fiz, o que eu documentei durante o ano de 2017.

E, antes que venham me  questionar “mas você vai se pautar pelas fotos de uma rede social?” eu já respondo: Vou sim.  Sou da geração dos anos 90 que tínhamos milhares de álbuns de fotografia quando queríamos documentar os grandes acontecimentos: viagens, nascimentos, festinhas...No inicio do ano 2000, o FOTOLOG ensinou a documentar esses momentos  na internet...  Foi assim que eu aprendi a documentar os grandes acontecimentos mas também os pequenos.
O ano de 2017 mostrou que: tudo bem ser tudo igual, tudo bem ser normal, tudo bem não estar em milhões de lugares e com milhões de pessoas diferentes. Talvez o que a gente precise seja mesmo de pouco, de poucos. Talvez o que a gente precise a gente já tenha, também.
No final do ano, as redes sociais mostram aos seus usúarios as suas próprias retrospectivas daquele ano. O Instagram criou a hastags #2017BestNine para montar uma imagem com nove momentos para fazer a sua retrospectiva de 2017 no Instagram.

2017 foi um ano bastante generoso para mim fechei ciclos importantes na minha vida... Teve viagem em familia nas férias de verão... Com céu azul e piscina todos os dias; Teve a minha formatura de psicologia e teve festinha de formatura com as amigas;Ganhei um cachorinho pentelho; Eu li livros maravilhosos esse ano; Coloquei a palheta dos acusticosevalvulados no cordão...Fui em quatro shows de bandas gauchas esse ano ; Passei momentos maravilhosos com o Fernandão o meu cachorro pentelho e comprei um par de melissas e o cheirinho é nostalgico. #2017bestnine


Foi dificil escolher apenas nove fotos dos melhores momentos desse ano para montar a imagem para o #bestnine esfregando na minha cara que teve outros bons momentos que foram registrados e que acabai desvalorizando por ter virado rotina... No inicio do ano, entrei na academia e estou me exercitando 3x na semana, Além dos meus cachorros de estimação um Lhasa Apso macho de 10 anos Teddy  e uma cadela da raça pincher com 8 anos chamada Mallu  eu ganhei o Fernandão um Pinsher de 5 meses que o tamanho é uma palma da mão aberta...Ele apronta muito! para um serzinho tão pequen,  praticamente todo o dia ele apronta: Teve um dia que ele subiu na mesa e comeu o pão que a mãe tinha preparado para o meu café da manhã.... Na semana passada, ele comeu um pote de musse de frutas... Na semana retrasada, ele fez um buraco no terreno da casa da minha vó e encontrou o cano da agua calmaria para que né? Eu comecei a assinar o Turista Literário as caixinhas promovem uma verdadeira imersão sensorial na historia e todos os meses o conteúdo é surpresa, a única certeza é de que o livro será um Young Adult recém lançado. E adorei ler as viagens literárias nesse ano. Teve shows memoráveis de amigos de estrada que vejo com frequencia como os guris dos Acústicos e Valvulados e outros amigos  como o Nando da CNJ que eu vão via fazia um tempão! Teve desencontros também... Choros... Risadas.... Sonos vespertinos e insonia que aproveitei maratonando séries.

Registrando os ultimos momentos de 2017

Eu estava precisando de um ano leve... Sobrevivi esses 365 dias sem prorrogações ou semestres e isso foi intenso! O meu sentimento por essse ano é de gratidão!



Ah, não deixe de me acompanhar nas Redes Sociais.
Estarei comentando com vocês sobre o Blogmas2k17 (principalmente no Snap!!):
Snapchat: Lmilla5

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Lado Milla
Maira Gall